20 curiosidades sobre uma casa italiana


Resolvi fazer este artigo com algumas informações sobre uma casa italiana pra sanar a dúvida de alguns e matar a curiosidade de outros (e também porque são dicas úteis para quem está de mudança para o país da Bota).

  • A voltagem aqui é 220 v, tomada em italiano é presa elettrica e esse é o modelo:Presa elettrica casa italiana
  • Em alguns cômodos de uma casa italiana o interruptor de luz fica do lado de fora, ao lado da porta. Isso é comum nas construções antigas;
  • A máquina de lavar roupas na casa italiana geralmente fica no banheiro, pois não existe lavanderia ou área de serviço nos apartamentos;
  • Ainda tem bidê nos banheiros (para lavar os pés, tomar meio banho, limpar as partes e também, em alguns casos, para escoar a água da máquina de lavar roupas);
  • Não existem ralos na casa italiana, a não ser nas pias, bidês e banheiras. Então, nada de jogar baldes d’água para limpar a casa (juro, eu adoraria lavar o banheiro aqui do apartamento assim, mas não quero inundar o prédio hahaha);
  • Aqui em casa temos banheira e chuveiro, mas é bem comum as casas só terem banheiras com chuveirinho de mão;
  • O aquecimento da água do chuveiro e das torneiras é por caldeira elétrica ou a gás;
  • A janela do banheiro normalmente é grande, nada de um vitrô discreto e alto, como no Brasil;
  • Papel higiênico se joga no vaso sanitário e não no lixinho;
  • Na cozinha, o escorredor de louças normalmente fica no armário em cima da pia. Eu sei que no Brasil, muitas cozinhas projetadas já tem isso, mas aqui é comum, praticamente regra;
  • Café se faz na moka e não passado no filtro de papel (ou pano);
  • Na minha casa a geladeira fica dentro de um armário para embutir geladeiras;
  • Falando em sala, muitos apartamentos não tem uma. No apartamento em que moramos temos uma área de entrada, como um hall grande, que poderia ser chamado de sala;
  • Aqui em Turim, o lixo doméstico é separado em 5 tipos: orgânico, papel, vidros e latas, plástico e resíduo não recuperável (papel sujo de comida ou limpeza, brinquedos quebrados,fraldas, etc);
  • O aquecimento do apartamento é a gás e pode ser centralizado ou autônomo. No centralizado o consumo é dividido pelos apartamentos e no autônomo cada um paga aquilo que consumiu. Ah, e em cada cômodo tem um radiador, que aqui é conhecido como termosifone:
  • Em Turim é muito comum que as sacadas tenham toldos ou cortinas. No nosso apartamento tem uma cortina, que é muito útil quando está chovendo e você está com o varal cheio de roupas;
  • Muitos apartamentos possuem cantina, que é uma despensa na garagem para servir de depósito;
  • Nos interfones não se vê o número do apartamento e sim o sobrenome do morador;
  • Como os prédios são antigos, muitas vezes os elevadores foram instalados muito depois da construção do prédio, então nem sempre eles chegam até o térreo e normalmente são minúsculos;
  • Nosso apartamento tem a porta blindada, o que é muito comum no país. É muito engraçado pensar no conceito de violência que o italiano deve ter para instalar uma porta blindada em casa.

Espero que tenham gostado dessas curiosidades sobre a casa italiana.

9 Comentários

  1. Obrigado por compartilhar suas experiências nel Bel Paese.
    Se puderem (e quiserem) sugiro um post sobre o custo de vida em Torino, quanto precisa ou quanto vocês gastam para viver nessa lindíssima cidade.
    Grazie mille
    Abbracci

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*