Alugar apartamento para morar em Turim – S01E02

Igreja da Gran Madre Di Dio
Fachada e lateral da Igreja da Gran Madre di Dio, em Turim

Primeira tentativa de alugar um apartamento para morar em Turim

Igreja da Gran Madre Di Dio
Fachada e lateral da Igreja da Gran Madre di Dio, em Turim.

Comecei buscando o apartamento para morar em Turim procurando entre os que já tinha visto pela internet no Brasil.

Caminhando pelo centro, comecei a entrar nas imobiliárias e ver se tinham algum apartamento. Casualmente entrei em uma que tinha um apartamento que havíamos visto ainda em Caxias pela internet, bem do nosso gosto.

Este apartamento era perto da igreja Gran Madre di Dio. Não era lá tudo isso, tinha uns 55 m2, bem localizado, numa área nobre da cidade, bem servida de transporte público e um comércio bem legalzinho.

Marquei a visita para o dia seguinte, vi o apartamento, fui muito bem atendido pelo corretor e quando chegou a hora de acertar os termos do contrato, tive que ir até o escritório central da empresa.

A Decepção

Saber falar italiano é imprescindível para achar um apartamento para morar em Turim.
Saber falar italiano é imprescindível para achar um apartamento para morar em Turim.

Como era a minha primeira semana aqui, meu italiano era um lixo (não que seja bom agora, mas enfim), eu tinha uma vaga impressão do significado do que eles falavam e não conseguia me fazer entender direito. Fora que estava sempre super informal, de tênis, jaqueta e mochila.

Quem me conhece sabe que eu não uso guarda-chuvas. Sei lá simplesmente não curto e sempre perco eles, então desencanei. Só que o inverno aqui é super húmido e eu acabava chegando muitas vezes encharcado nas imobiliárias.

A tal busta paga fez falta. Embora o senhor que parecia ser o gerente (ou dono) estivesse empenhado em me entender, a senhora que estava tratando do meu aluguel insistia em não abrir mão da busta paga. Sequer ligou para a proprietária para verificar se aceitava algum outro documento, alguma caução ou seguro fiança (aqui chamado de fidejussione ou fideiussione). E isso que eu estava oferecendo de seis meses a um ano de aluguel antecipado. Não preciso dizer o quanto fiquei puto. Mas enfim, segue o baile.

A documentação para comprovação de renda

Então comecei a levantar toda a documentação que poderia fazer algum sentido:

  • Contrato social da empresa (para comprovar a sociedade);
  • Comprovante da declaração do imposto de renda com as receitas do ano anterior e tudo mais que foi recebido;
  • Comprovante atualizado de investimentos/saldo bancário;
  • Comprovante de propriedade (escritura do meu apartamento);
  • Contrato de locação do meu apê no Brasil, com o valor do rendimento mensal do aluguel;
  • Contratos de clientes, com valores de pagamento e duração de contrato.
  • Comprovante de admissão no master.

Obviamente, para alugar um apartamento para morar em Turim, tudo que se você puder conseguir com tradução e apostila (Convenção de Haia) , melhorará suas chances. Eu não tinha este tempo, então montei um “dossiê” digital com os documentos em português nomeados com seu respectivo correspondente italiano, para que eles soubessem pelo menos o que eu estava apresentando. Fiz também uma tabela em Excel com o nome do documento em italiano, o que ele comprovava, os valores em reais e em euros.

Modus Operandi

Para alugar um apartamento para morar em Turim, os corretores normalmente pedem um valor para bloccar (travar) o apartamento, ou seja, você paga um valor para que a proposta seja feita. Caso a proposta seja bem sucedida, vai pro bolso do corretor como parte da comissão. Pelos contatos que eu tive aqui, em nenhum outro lugar eles cobram esta taxa, só em Turim. Se alguém teve esta experiência fora de Turim, escreva nos comentários e adicionamos aqui.

Essa cobrança é uma taxa contra desistência que garante a comissão do corretor. Normalmente ela varia de 1/2 aluguel até 2 aluguéis. A comissão do corretor também varia de um a dois alugueis, aí eles descontam desse valor aquilo que você pagou para bloccar o apartamento. Caso a proposta não seja aceita, eles devem devolver o dinheiro. Por este motivo, sempre exija um recibo do pagamento de qualquer taxa.

Lembre-se que normalmente eles cobram o IVA (imposto sobre valor agregado) , o que corresponde a 20% do valor da comissão da imobiliária, e isto não está incluído nos cálculos.

Você também pagará a cauzione, que nada mais é que uma caução, que fica com o proprietário até a finalização do contrato – quando você recebe o dinheiro de volta – normalmente de 2 aluguéis.

No próximo post, colocarei em itens as minhas 9 dicas para ter sucesso na busca de um apartamento para morar em Turim.

1 Trackback / Pingback

  1. 9 dicas infalíveis para alugar um apartamento em Turim S01E03 – In Turim

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*