Polo Real de Turim


Polo Real de Turim

Assim como o Brasil, a Itália é uma República, mas foi uma monarquia por 85 anos (1861 – 1946). A família real italiana pertencia à Casa Savoia, que é uma das mais antigas famílias nobres da Europa. E a Casa Savoia é a família real do Piemonte também, pois como vocês já sabem (se não souberem, contei aqui) a Itália como país nasceu aqui em Turim, e um dos responsáveis pela unificação italiana foi Vittorio Emanuelle II.E quem foi ele? Antes de ser o 1º Rei da Itália, ele era o chefe da Casa Savoia e governante do Piemonte.

Bom, eu contei tudo isso porque neste artigo escreverei sobre a nossa visita aos Museus Reais de Turim, que foi a residência real (e seus anexos) mais importante do Piemonte.  Na verdade, os Museus Reais de Turim são um complexo de museus que compreende o Palácio Real, a Armeria Real, a Galeria Sabauda, o Museu Arqueológico, o Jardim Real. a Biblioteca Real e o Palácio Chiablese . Por isso é conhecido como Polo Real de Turim. No ingresso para visitar o Polo Real de Turim estão inclusas as entradas dos 4 primeiros espaços. Os Jardins podem ser visitados gratuitamente.

São mais de 3 mil metros de museu e como são vários espaços, aconselho reservar uma tarde inteira para a visita. Nós fomos no meio da tarde e ficou bem corrido. É mais um local acessível, possui levador e rampas, para cadeirantes ou para quem, assim com nós, vem com criança pequena e carrinho de bebê.

Palácio Real

Polo Real de Turim

É o imponente prédio barroco que fica na Piazzeta Reale, colada na Piazza Castello. Pois é, o palácio (e todo o complexo) está localizado bem no centro da cidade de Turim.

Foi a residência dos Savoia do século XVII até a transferência da capital da Itália de Turim para Firenze, em 1865. Quando Roma passou a ser a capital do país, os Savoia se mudaram para o Quirinale e o Palácio Real de Turim passou a ser apenas mais uma das residências reais espalhadas pela Itália. Com o fim da monarquia em 1946, acabou abandonado até ser restaurado e aberto ao público como museu. Em 1997 foi proclamado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

A visita ao palácio é uma verdadeira viagem no tempo. É possível imaginar como vivia a realeza italiana no período áureo da monarquia. Parece bastante com os aposentos reais do Palácio de Versailles. Luxuoso e imperdível!

Armeria Real

Polo Real de Turim

Também proclamada patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a Armeria Real de Turim é uma das mais ricas coleções de armas e armaduras antigas do mundo, comparando-se à Armeria Real de Madrid. O acervo da Armeria é composto de peças que vão do período Neolítico ao século XX. Existem muitas peças do período medieval que pertenceram aos soberanos da Casa di Savoia. Além dos cavalos que foram dos reis, empalhados, expostos pelas três grandes salas que compões a galeria da Armeria Real de Turim.

Para mim foi a parte mais fantástica da visita e até a Olívia se encantou com as armas e, principalmente, com os cavalos (ela adora animais).

Galeria Sabauda

A Galeria Sabauda foi criada pelo Rei Carlo Alberto em 1832 com o nome de Real Galeria, localizada no Palazzo Madama. Nasceu para abrigar e expor ao público cerca de 300 obras da coleção particular dos Savoia. Em 1933 passou a se chamar Galeria Sabauda e, apenas em 2014, foi transferida para um dos prédios do Polo Real, local onde está hoje. O acervo da galeria compreende hoje mais de 700 obras de importantes artistas italianos e de outros países, do século XIII ao XX. É considerada uma das pinacotecas mais importantes da Itália e suas obras estão organizadas em ordem cronológica nos 4 andares da galeria.

Museu Arqueológico

Polo real de Turim

O Museu arqueológico é outra parte imperdível do Polo Real de Turim. Se fosse só ele, para nós, já valeria o ingresso e a visita. Nasceu da coleção particular do Duque Emanuele Filiberto di Savoia no século XVI (os Savoia gostavam bastante de coleções né). Localizado no subsolo do complexo, possui peças que vão desde a pré-história passando por Roma antiga, chegando até às invasões bárbaras. Possui uma parte interativa onde é possível fazer uma viagem virtual à Turim antiga, indo do período celta até após a queda do Império Romano. Para quem, assim como nós, gosta de história antiga, é diversão na certa.

Jardim Real

O Jardim Real pode ser visitado gratuitamente, há uma parte aberta ao público com cadeiras e espreguiçadeiras para descansar e admirar o espaço. Porém, infelizmente, é um espaço muito mal cuidado. Na nossa opinião, está um pouco abandonado. Mas é um lugar bastante aprazível para descansar ou ler um livro. Além de ser uma área verde localizada bem no centro do cidade.

Do dia 21/07/2017 ao dia 06/10/2017, toda sexta-feira a partir das 18:30 (última entrada às 21:30), o ingresso ao Polo Real custa apenas €3,00. Imperdível é pouco né!

Quer fazer um tour guiado pelo Palácio Real? Entrada e Tour Guiado ao Palácio real de Turim

Informações Práticas sobre o Polo Real de Turim

Polo Real de Turim

Endereço: Piazzeta Reale, 1, 10122 Turim

www.museireali.beniculturali.it

Horário:

Terça-feira a domingo: 8:30 às 19:30 (exceto nas sextas-feiras até o dia 06/10/17 que o museu aceita a útilma entrada às 21:30)

Fechado às segundas-feiras.

Preços:

Ingresso Inteiro: € 12,00

Ingresso Reduzido ( jovens de 18 a 25 anos):  € 6,00

Gratuito para menores de 18 anos (Para outras gratuidades ver aqui)

O Polo Real é gratuito para todos no primeiro domingo do mês

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*