Praças de Turim: Praça Carlo Alberto e Friedrich Nietzsche


Praça Carlo Albeto à noite.
Praça Carlo Alberto à noite.

A Praça Carlo Alberto e Seu Mais Famoso Visitante

“Il primo luogo in cui sono possibile!” (em tradução livre, “O primeiro lugar em cujo sou possível!”). Essas palavras foram escritas por Friedrich Nietzsche ao seu amigo Peter Gast, em um pequeno apartamento com vistas para a praça Carlo Alberto.

O que isso tem a ver com a praça Carlo Alberto?

Praça Carlo Alberto à noite. Do lado esquerdo ao fundo, o prédio onde ficou hospedado Nietzsche, ao lado do ex-excritório do Conde de Cavour. Ao lado esquerdo o Palazzo Carignano, atual Museu da Unificação Italiana e em frente ao palácio, a Biblioteca Nacional.
Praça Carlo Alberto à noite. Do lado esquerdo ao fundo, o prédio onde ficou hospedado Nietzsche, ao lado do ex-excritório do Conde de Cavour. Ao lado esquerdo o Palazzo Carignano, atual Museu da Unificação Italiana e em frente ao palácio, a Biblioteca Nacional.

Foi em um dos edifícios em frente a praça Carlo Alberto que o filósofo ficou hospedado – de setembro de 1888 a janeiro de 1889 – e onde se entregou a loucura, no famoso episódio do cavalo.

Para quem não conhece a história, ao ver um cavalo sendo açoitado ao sair de seu apartamento, Nietzsche se abraça a ele nervosamente e começa a beijá-lo.

Depois disso, foi levado à casa enquanto gritava se dizendo “Dionísio” e “Jesus crucificado”.

Efígie de Nietzche na Praça Carlo Alberto.
Efígie de Nietzche no prédio onde se houspedou, em frente à Praça Carlo Alberto, onde lê-se: “Nesta casa Friedrich Nietzsche experimentou a plenitude do espirito de quem busca o desconhecido, a vontade de dominar da qual surge o herói. Aqui, demonstrando seu alto destino e seu gênio, escreveu Ecce Homo, o livro da sua vida. Em memória a estas horas criadoras, na primavera/outono de 1888, no primeiro centenário de seu nascimento, a cidade de Torino aqui apresenta esta homenagem.”

Overbeckper vem a Turim buscá-lo para levá-lo para o tratamento psiquiátrico na Basileia, já sabendo de sua condição através do conteúdo de suas ùltimas cartas, as chamadas de Cartas da Loucura.

Onde Fica?

Localizada no centro histórico – totalmente calçada e uma das mais belas praças de Turim – a praça Carlo Alberto era o antigo jardim do Palácio Carignano. A praça tem esse nome em homenagem ao Rei de Sardenha, Carlo Aberto de Savóia. Foi entre 1842 e 1859 que os muros do palácio foram derrubados e deram lugar a praça Carlo Alberto.

No traçado atual, a praça tem de um lado o Museu da Unificação Italiana (Museo Risurgimento e Palazzo Carignano) do outro a Biblioteca Nacional e ainda o Departamento de Matemática da Universidade de Turim ao Sul.

O que fazer lá?

Conta ainda com uma estátua equestre de Carlo Alberto, de costas para a biblioteca, brandindo no ar uma espada, e com um restaurante. O Simarrita Studio di Cavour, antigo escritório político do Conde de Cavour, um dos pais da Unificação Italiana junto com Giuseppe Mazzini e Giuseppe Garibaldi, o chamado “herói de dois mundos”.

A praça Carlo Alberto é ainda parte do circuito de patinação no gelo de Turim com sua já tradicional pista montada na época do natal.

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. As 3 Galerias de Turim: as charmosas passagens cobertas da capital do Piemonte – In Turim

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*