Sobre Ficar


Como eu contei no meu post anterior, eu e a Olívia estamos na casa dos meus pais em Campinas/SP e só vamos para Turim depois que o Fabiano encontrar um apartamento para nós morarmos.
Chegamos em Campinas na sexta, dia 03/02, aproveitamos o último final de semana juntos para acertar alguns detalhes, rearrumar as malas, essas coisinhas pré-viagem e, na segunda- feira, dia 06/02/2017, levamos o Fabiano para Guarulhos para embarcar. Choveu torrencialmente durante o nosso trajeto entre a entrada na Marginal Tietê e o Aeroporto de Cumbica. Quanto mais a despedida se aproximava, mais meu coração ficava impaciente. E então, pouco antes das 20:30, nos despedimos. E eu chorei, exatamente como chorava quando nos despedíamos até 2009, na época em que 1200km nos separavam. Pois é, agora são 9500km de distância entre nós, por pouco tempo, ainda bem.

Essa primeira noite foi mal dormida. A preocupação e a ansiedade me infernizam o tempo todo até receber a foto do painel de vôos do aeroporto de Malpensa, com “landed” ao lado do vôo JJ 8032 da Latam, enviada pelo amigo que estava esperando o Fabiano lá. Ufa, meu coração se tranquilizou e então entrei no estado de espera que me encontro agora.

Sim, o estado é de espera. Nem passagens compramos ainda, pois dependemos de encontrar um apartamento para nós. Enquanto espero, cuido dá Olívia, resolvo algumas coisas que precisam ser feitas, estudo um pouco italiano, curto minha família e tento controlar a ansiedade e a saudade. Admito que não vejo a hora do Fabiano me avisar que posso comprar as passagens.

É que não vejo a hora de começarmos a nossa nova vida na Itália. E não vejo a hora de matar a saudade do meu amor e companheiro de vida.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*